Tudo que é pé de conversa tem o seu dedo de prosa!

Este recanto tem a obra dos maiores Poetas do mundo!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Conselho Ao Filho Adulto

Conselho Ao Filho Adulto
Poeta Sebastião Dias

Por favor, filho querido
Me escute, pense bem
Seu velho pai quer lhe dar
O valor que você tem

Você está na idade
De alcançar a liberdade
De fazer sua vontade
De tornar-se homem também

Tem umas coisas meu filho
Que eu queria lhe dizer
Lhe eduquei como podia
Já cumpri com o meu dever

Você agora decida
O futuro lhe convida
Eu gerei, Deus deu a vida
É você quem vai viver

Tem espinhos no começo
Aguarde flores no fim
Respeite os seus semelhantes
Siga o bom, deixe o ruim

Por onde você passar
Reconheça o seu legado
Pra ninguém se envergonhar
De um filho meu, nem de mim

Defenda a moral sem sangue
Ajude a quem precisar
Quando tiver precisão
Peça um pão, pra não roubar

Ouça o velho, ame o menor
Pense em Deus, faça o melhor
Coma e vista do suor
Que o seu rosto derramar

Não queira nada roubado
Nem um amor por fantasia
Escolha mulher sincera
Para sua companhia

Faça, meu filho, o que fiz,
Veja como sou feliz
Só casei com quem me quis
E sua mãe com quem queria

O mundo tem dois caminhos
Um é certo, outro é errado
Na escolha de um deles
É preciso ter cuidado

Se você não escolheu
Um deles pra ser o seu
Se quiser seguir o meu
O exemplo é meu passado

Mesmo na maior idade
Quero estar sempre contigo
Lhe ensinando bons caminhos
Lhe livrando do perigo

Estando perto ou distante
Não lhe deixo um só instante
Porque de agora em diante
Além de pai, sou amigo

Corra mundos, faça amigos
Conheça o que eu conheci
Transmita o que eu ensinei
Conquiste o que eu consegui

Aproveite a juventude
Ame a paz, honre a virtude
Quando quiser quem lhe ajude
Seu velho pai está aqui

3 comentários:

Anônimo disse...

Sebastião Dias um ícone da poesia,
Não existe igual,
Mas temos Dedé Monteiro que encanta com alegria,
De Tabira para o mundo também o fenomenal.

Tabira de gente boa,
De pessoas com cultura
Quem passa por aqui o tempo voa,
Mas só leva poesia pura.

Das festas tradicionais,
Da pamonha,tapioca e mulher bonita
Da maior feira dos animais
Do potencial de ninguém acredita.

(Daniela Rúbia)

Anônimo disse...

Lindo

edvandro disse...

Isso é muito lindo muito bom gostei. Muito lembro do meu avô cantando pra me ...