Tudo que é pé de conversa tem o seu dedo de prosa!

Este recanto tem a obra dos maiores Poetas do mundo!

domingo, 5 de dezembro de 2010

HUMOR POÉTICO = ATÉ QUE A MORTE OS SEPARE


ATÉ QUE A MORTE OS SEPARE! 
Merlânio Maia 

Zé Maria e Felisbela 
Namoraram e noivaram 
Depois de um tempo casaram 
E no dia do casamento 
Escutaram do vigário 
“Até que a morte os separe!” 
Lua de mel num safari
Aumentou contentamento 

Mas trinta anos depois
Zé Maria passou mal 
Levado para o hospital 
O seu coração pifou 
Na mesa da cirurgia 
Zé num suspiro profundo 
Passou desse pro outro mundo 
Coitado, desencarnou! 

Felisbela muito casta 
Nunca mais quis se casar 
Zé foi o único no altar 
E o único no leito seu 
E assim a bela seguiu 
Na sua longevidade 
Fez história na cidade 
Só aos noventa morreu 

E ao chegar do outro lado 
Gritava com alegria 
- Zé Maria! Zé Maria! 
Ô meu velho eu vim amar-te! 
Zé falou com bom humor: 
- Pois lembre do Padre e pare 
“Até que a morte os separe!” 
E a morte fez sua parte! 


Um comentário:

Anônimo disse...

Desculpe, mas Não entendi a piada!
Amo o esquilo